domingo, 22 de maio de 2016

COMO LIDAR COM CRÍTICAS


Oi, queridxs, tudo bem?

Como viram no título, o assunto do post de hoje é "o como lidar com as críticas.
Eu resolvi falar sobre esse assunto porque quando se é diferente e/ou não segue padrões você recebe uma enxurrada de críticas sobre tal coisa. A pergunta é: O que fazer ou como lidar quando isso acontece? 

Primeiro, decida se isso é uma crítica construtiva ou destrutiva. Ela as vezes poderá te ajudar vindo de uma pessoa que só quer seu bem ou que só quer te ajudar. Mas e se for uma crítica destrutiva? Nesse caso, depende muito de como é sua personalidade, mas na maioria dos casos é melhor ignorar (ninguém gosta de ser ignorado). Se você for uma pessoa paciente e educada fale que a escolha foi sua, e que se sente bem assim. Agora, se for grossa igual a mim ao falar desse assunto, a escolha já é sua.

Um exemplo visível (e o motivo de eu estar fazendo esse post) é sobre o meu cabelo. Pessoas do meu bairro me conhecem desde quando nasci, me viram com aquele cabelo enorme cacheado, depois com aquele cabelo liso. E depois que eu cortei eles chegam e falam: "Menina, o que você fez com seu cabelo? Era mais bonito antes, perdeu aquele cabelão todo, hein?"

Como eu disse aí em cima, eu sou grossa. Falo rápido: "O cabelo é meu. Nasci desse jeito." Acreditem ou não, isso é frequente. No início eram muuuuuuuito mais recorrentes. Mas não me abalo, pois sou feliz comigo desse jeito.

Porém, não é o que acontece com muita gente por aí. Vejo casos de pessoas que chegam chorando em casa por receber um comentário maldoso daquilo que fez ou que tem. Para vocês, eu só falo que o melhor é estar bem e feliz consigo mesmo. Não se importe com opiniões alheias, se ninguém agradou todo mundo, não vai ser você quem o irá fazer, né?
Mudanças são necessárias, meus amores. Elas acrescentam maturidade e crescimento, tanto interior quando exterior.

Pare e olhe 1 ano atrás. O que você pensava? O que você fazia? Quais ideias você defendia? Pois é. A resposta provavelmente vai ser: O que eu não penso/faço/defendo hoje em dia.
Eu olho pra trás e penso o porque de eu ter agredido o meu cabelo com procedimentos químicos, sendo que ele - e nenhum outro qualquer - precisa disso.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...